O hábito dos consumidores Brasileiros tem mudado - sucesso do comercio online - HelpFone
conheça o novo Samsung Galaxy S20
S20 O NOVO CELULAR DA SAMSUNG
21 de maio de 2020
apple watch pode ter o recurso de identificar doenças em seus usuários
APPLE WATCH E DOENÇAS
21 de maio de 2020

O hábito dos consumidores Brasileiros tem mudado – sucesso do comercio online

Cerca de um mês após a maioria dos estados declararem quarentena, com
fechamento do comércio e locais públicos como teatros, parques e museus,
suspensão de aulas, entre outros, os hábitos de consumo dos brasileiros têm
mudado. Entre eles, o destaque foi um disparo nas compras online.
Os adultos jovens, entre 18 e 34 anos, dominam as comprar online. Essas gerações
de jovens aumentaram as compras online por causa das restrições de circulação,
impostas por governos em diversas cidades, para combater a disseminação do novo
coronavírus.
O levantamento divulgado neste começo do mês de maio mostra que para o público
mencionado acima, há uma expectativa maior quanto a participação mais proativa
das marcas na sociedade, em comparação com outras faixas etárias.
Os hábitos de consumo de mídia das gerações mais jovens também se acentuaram
com o distanciamento social. Exemplo disso é que TV e canais digitais têm atenção
dividida e amplificada entre os jovens, como fonte de entretenimento e informação.
Já entre a população geral, há um sentimento de cautela no consumo. Os
consumidores têm realizado menos visitas aos pontos de venda, resultando em
compras maiores por viagem.
Sobre as compras online, na América Latina o e-commerce cresceu 3,3 vezes nas
quatro semanas após o isolamento social (semana de 6 de abril, em comparação
com a semana de 9 de março). Entre os latino-americanos, 78% declararam que
devem continuar a utilizar o e-commerce no futuro. No Brasil, esse índice chega a
82%.
As vendas online dos supermercados paulistas continuam sendo uma alternativa
para os consumidores evitarem a compra presencial nas lojas físicas. De acordo
com o levantamento da Associação Paulista de Supermercado – APAS, na última
semana de Páscoa (6/4 a 12/4), o crescimento das vendas online foi de 81%.
Entre as prioridades do brasileiro, segundo a pesquisa, estão produtos de higiene
(80%), alimentos e bebidas (72%) e remédios (63%), que deverão ser o foco do

consumo durante a pandemia. Itens esportivos e de entretenimento também
deverão registrar aumentos significativos durante o período de distanciamento
social.
As vendas online de bebidas alcoólicas tiveram um boom durante a quarentena. A
mudança de hábito do consumidor elevou em até 800% o volume de pedidos em
empresas de e-commerce e delivery.
As vendas online ou por telefone representam uma forma da população não sair do
isolamento social. Porém, os consumidores precisam se programar para esse tipo
de compra e adquirir apenas os produtos necessários, pois não é preciso fazer
estoque.
A plataforma de vendas online Mercado Livre, também realizou uma pesquisa com
sua base interna de clientes para monitorar as mudanças de comportamento. Entre
os principais números, chamou a atenção que surgiram, em apenas um mês,
1.700.000 novos compradores digitais e cinco dos dez termos mais procurados no
site correspondem a um produto de saúde, tendo uma alta concentração de vendas
em apenas cinco dias.
Os dados também mostram que entre a primeira e quarta semana, foram
registradas mais de 1 milhão e 100 mil entregas diárias. Em contrapartida, houve
categorias com maior redução no número de pedidos: calçados, roupas e bolsas;
acessórios para veículos e celulares.
As vendas online, no primeiro semestre do ano passado, registraram um
crescimento de 12%, representando um faturamento de R$26,4 bilhões. Já de
acordo com o volume de pedidos, o primeiro semestre de 2019 registrou um
crescimento de 20%, ante 8% registrados no primeiro semestre de 2018.
Por isso, vale a pena, nesse momento, investir em ferramentas ou novas
tecnologias para garantir a entrega de produtos e serviços aos clientes, tendo em
vista também que após o período de quarentena, sem dúvidas, muitos hábitos
deverão mudar.
Aumentar também a presença no universo digital por meio de ferramentas de
marketing digital é uma outra possibilidade para enfrentar a crise e aproveitar as
oportunidades que o momento pode trazer. Independentemente da situação, é
importante estar atento às principais tendências e mudanças, aproveitando também
o lado positivo de cada uma delas.